Tag

empresa

Browsing

Um ambiente em que a liberdade e a responsabilidade caminham juntas

Se você tem a curiosidade de saber como é trabalhar em uma startup, chegou ao artigo certo. A cultura organizacional e o modo de trabalho nesse tipo de empresa são bem diferentes dos tradicionais, o que atrai a atenção de jovens inquietos, sedentos por desafios.

O ambiente de trabalho em uma startup é informal, flexível e dinâmico. A liberdade e a responsabilidade andam juntas, pois há um desejo genuíno de estimular o bom desempenho e produtividade sem, contudo, criar amarras e burocracias.

Se identificou? Continue com a gente neste post para entender melhor o que é uma startup e suas características mais marcantes. Quem sabe você já não estará bastante familiarizado caso seja convidado para trabalhar em uma!

Definição de startup

Trata-se de um modelo de negócio jovem ou criado recentemente, com características escaláveis e perspectivas de crescimento rápido, pautado na eficiência. A inovação é o carro-chefe das startups para dar maior velocidade à aplicação das ideias criativas.

Diferentemente das pequenas e médias empresas que crescem mais lentamente, uma startup é acelerada e impõe um ritmo de trabalho mais intenso, para gerar receita, crescer e se desenvolver mais rapidamente.

O ambiente de trabalho de uma startup tem uma atmosfera informal e é carregado de uma cultura que preza pela diversidade e flexibilidade em todos os sentidos — os colaboradores têm a liberdade de escolher como desejam ser, vestir ou trabalhar — mantendo o foco nas soluções e resultados.

O espírito empreendedor de uma startup pode ser visto não só na estrutura física, mas em cada profissional, independentemente do cargo ou área de atuação. Os esforços e as conquistas são celebrados por todos em igualdade.

A liberdade de um trabalho informal

Os profissionais podem escolher como e onde desejam trabalhar. O home office — sonho de tantos profissionais — é uma realidade recorrente nas startups. Se o profissional pode desenvolver as mesmas tarefas e concluir suas metas dentro do prazo, tanto faz se ele está no escritório ou deitado em sua cama.

Mas não se engane! Junto a alguns benefícios estão também grandes responsabilidades. Nas startups é bastante comum que os profissionais se reúnam com fundadores e CEOs e contribuam para tomadas de decisões, o que nas empresas convencionais quase não ocorre.

Profissional multitarefas

O estado de urgência imposto a uma startup fará cada profissional aprender na prática sobre os diversos setores e atuar em cada um deles para aprimorar as habilidades e contribuir mais efetivamente — oportunidades únicas de aprendizado, desenvolvimento e crescimento.

Um aspecto importante das startups é que se iniciam com poucos recursos financeiros e caminham sem ostentação, priorizando resultados grandiosos com investimentos modestos. São comportamentos que os profissionais costumam levar para a própria vida.

Empresas desse tipo aprendem a lidar com um cenário instável e arriscado, uma vez que estão sempre inovando e experimentando novas ideias e ferramentas. Muita gente tem dificuldades de se adaptar a esse estilo de negócio, preferindo o tradicionalismo e a burocracia.

Com uma filosofia escalável e repetível, a startup pode alcançar um número considerável de clientes e lucrar rapidamente sem, contudo, sofrer um abalo muito grande nos custos e despesas.

Características de maior impacto em uma startup

Uma startup tem um estilo próprio, totalmente voltado para uma filosofia livre de rótulos e opiniões formadas. Com isso, algumas características são notáveis e tornam esse modelo bem diferente da maioria que existe no mercado. Confira alguns exemplos:

  • Pensamento disruptivo – Com um pensamento disruptivo, as startups são capazes de incomodar empresas já consolidadas no mercado. Mesmo com menos recursos, elas oferecem muitas vezes as mesmas soluções a custos menores para os clientes, rompendo muitas hegemonias de anos.
  • Ownership dos colaboradores – A cultura de empreendedorismo e motivação para vencer desafios faz com que os colaboradores se sintam também donos da empresa. O sentimento de pertencimento e propriedade é amplamente estimulado, pois assim o engajamento se mantém aquecido, o que é bom para ambas as partes.
  • Ambiente de constantes mudanças – A inquietude é algo que uma startup vivencia todos os dias, o que faz com que as mudanças sejam constantes, com consequências evolutivas ou não. O risco faz parte do cotidiano de quem atua em uma startup, mas há sempre um clima de vitória no ar.
  • Flexibilidade no trabalho – Se um colaborador é capaz de concluir suas metas, não importa a que horas ele chegará à empresa ou por quanto tempo permanecerá dentro dela, desde que esteja comprometido e empenhado em apresentar os resultados esperados — sendo, assim, o seu próprio chefe.
  • Rápido crescimento na carreira – A ascensão não é apenas da jovem empresa, mas também dos colaboradores que têm a oportunidade de se desenvolver em diversas áreas, circulando em cargos e funções variados em um curto espaço de tempo.
  • Ambiente familiar – Um ambiente solidário, colaborativo de torcida mútua pelo sucesso, não apenas da empresa, mas pessoal e profissional de cada um dos envolvidos. Colaboradores de startup vibram juntos quando são bem-sucedidos e se amparam quando algo dá errado — a irmandade impera e difere da competitividade nas empresas tradicionais.

Algumas qualidades e comportamentos são importantes e fáceis de reconhecer em colaboradores que atuam em startups:

  • São criativos;
  • Aproveitam as oportunidades;
  • Growth hacking — marketing orientado a experimentos para crescimento;
  • trabalham com agilidade;
  • Storytelling e oratória — capacidade de contar histórias e engajar públicos;
  • São autônomos em sua própria gestão de tempo e resultados;
  • Desenvolvem boas habilidades comportamentais — liderança, resiliência, capacidade de crítica e análise, proatividade e inteligência emocional.

Nas startups, um dia raramente será igual ao outro e o clima de instabilidade pode ser contínuo até que o negócio dê mostras do seu fortalecimento. O interessante é que pessoas com perfil para trabalhar nesse tipo de empresa não estão preocupadas com isso, sobretudo por perceberem na instabilidade motivos para maior dedicação e engajamento.

Gostou desse conteúdo? Confira mais materiais relevantes em nosso blog.

Se você deseja encontrar o melhor profissional para a sua empresa, conte com a Hprojekt! Entre em contato conosco que estamos prontos para te ajudar.

Conheça o processo que otimiza o processo de recrutamento e seleção

Se você está buscando um processo de Recrutamento e Seleção mais assertivo e ágil, a contratação data-driven pode ser a solução. 

A contratação data-driven significa que você poderá contratar com base de dados. Mas para isso acontecer é necessário compreender como coletar, processar e analisar as informações para assim selecionar os melhores candidatos para o seu processo. 

O que é contratação data-driven?

Contratação data-driven significa fazer o processo de recrutamento e seleção em que todas as decisões tomadas sejam baseadas em dados. 

Esses dados são analisados por meio de tecnologias para encontrar o candidato que mais se encaixa com as competências requeridas de forma muito mais assertiva, utilizando recursos como inteligência artificial e machine learning.

Quais são as vantagens de adotar a contratação data-driven?

Segundo o relatório Insights-Driven Businesses Set The Pace For Global Growth, publicado pela Forrester, as empresas data-driven cresceram mais de 30% anualmente e devem faturar mais de US$ 1,8 trilhões até 2021.

Além de deixar o processo muito mais ágil e assertivo, confira as vantagens de adotar este processo:

Redução de custos – Uma vez que a contratação data-driven acelera o processo e o deixa mais certeiro, isso causa uma redução nos custos, já que previne todos os gastos usados na contratação de candidatos equivocados. 

De acordo com uma pesquisa da CarrerBuilder, três em cada quatro empregadores afirmaram que já contrataram uma pessoa errada para o cargo, e que estes erros custam cerca de US$ 14.900,00.

Decisões assertivas – Fazer a escolha dos candidatos baseados em dados torna essa decisão muito mais certeira, evitando alguns erros comuns na hora de realizar uma contratação. O estudo da CarrerBuilder mostrou algumas das principais falhas cometidas por recrutadores:

  • Embora o candidato não possuísse todas as habilidades necessárias, achou que poderia aprender rapidamente;
  • Pressionado para preencher o cargo rapidamente;
  • Teve dificuldade em encontrar candidatos qualificados;
  • Faltaram ferramentas adequadas para encontrar a pessoa certa.

Experiência do candidato – Com o método data-driven, a experiência do candidato também é melhorada, já que a sua experiência fica muito mais ágil e o match com a vaga é muito mais preciso, sem muita burocracia e sem ser necessário ter diversas etapas de testes. 

Como aplicar a contratação data-driven?

  1. Colete todos os dados

Para começar a implantar a contratação data-driven é preciso centralizar todos os dados necessários em um softwares específicos, como por exemplo o ATS.

Algumas informações que você precisa ter bem definidas são:

  • Tempo gasto na contratação;
  • Custo da contratação;
  • Tempo de cada etapa do processo;
  • Número de candidatos por vaga.

 

2.  Analise o processo seletivo 

Depois de centralizar todos os dados, é preciso estudar para descobrir exatamente qual é a falha do processo para realizar melhorias naquela área, sem precisar gastar tempo desnecessário modificando o que já está indo bem.

3. Defina as prioridades

É importante definir quais são as principais características procuradas em um candidato para poder programar a análise de currículos baseando-se nas principais competências para a vaga, tornando assim o processo mais ágil e otimizado. 

4. Utilize ferramentas externas

Para tornar a contratação ainda mais assertiva, é recomendado usar algumas ferramentas externas para ter acesso a dados além dos já presentes em sua empresa.

Por exemplo, o Google Analytics pode te ajudar a entender qual é a melhor fonte para encontrar candidatos e como divulgar as suas vagas e os seus conteúdos para atingir as pessoas certas, além de entender também como a concorrência busca candidatos para vagas como a sua.

Agora é só seguir estes passos e implantar a contratação data-driven na sua empresa para ter o melhor processo possível!

Gostou desse conteúdo? Confira mais materiais relevantes em nosso blog.

Se você deseja encontrar o melhor profissional para a sua empresa, conte com a Hprojekt! Entre em contato conosco que estamos prontos para te ajudar.

EN PT ES