Como lidar com um feedback negativo depois de participar de um processo seletivo e ser reprovado? Vamos pensar que era uma vaga muito interessante e, por isso, você decidiu enviar o currículo — não é fácil e sabemos disso.

Não passar pode até gerar um desconforto momentâneo, mas você deve lidar de outra forma com essa situação e tomar como aprendizado e crescimento profissional. Assim, você vai desenvolvendo a habilidade de receber um “não” de maneira mais positiva.

Neste post, vamos explicar que um feedback negativo pode não ser tão ruim quanto parece e que a reprovação do momento pode abrir outras portas e até gerar novas oportunidades!

O que é um feedback negativo?

Feedback, na tradução livre, é dar respostas sobre uma situação, um processo ou um acontecimento. É seguido, normalmente, de comentários para justificar uma impressão ou decisão.

Até aí, será entendido como algo benéfico e necessário, pois todos precisam de um parecer para dar continuidade ou recuar diante de algo. Acontece que nem sempre o feedback é positivo.

Muitas vezes, ele surge como negativo e contrário a toda a construção de uma expectativa — no feedback negativo de um processo seletivo, por exemplo, é perceptível a ruptura dos planos futuros e a frustração por uma vaga perdida.

Sabemos que existem várias formas de dar um feedback negativo, mas ele deve ter a intenção de ser, essencialmente, construtivo para contribuir com o desenvolvimento pessoal e profissional de cada pessoa.

Qual a importância do feedback no processo seletivo?

O processo seletivo é composto de etapas que vão se desenrolando conforme o nível e os objetivos da vaga em aberto. A primeira delas é a análise do currículo em que o recrutador desperta o interesse de conhecer o candidato mais de perto.

Um contato, uma entrevista e uma bateria de perguntas ou testes específicos — essas são as etapas que se seguem até que todos os profissionais estejam devidamente avaliados.

Enquanto o recrutador finaliza todo o processo, do outro lado está o candidato à espera de um “veredicto”. É um momento muito esperado, em que o profissional ouvirá se foi ou não aprovado no processo.

Em ambos os resultados, é importante que o recrutador descreva os motivos da decisão para dar a chance ao candidato de corrigir os pontos fracos ou aprimorar os pontos fortes.

Como se comportar ao receber um feedback negativo?

Não existe uma fórmula mágica de como lidar com um feedback negativo, mas a postura deve ser de plena abertura e disponibilidade para receber uma resposta, ainda que o sentimento seja diferente da euforia. Veja, agora, algumas posturas adequadas de um profissional que esteja disposto a evoluir na carreira.

Ouvir com atenção

Se você vai receber o feedback, precisa estar preparado para ouvir tudo que o avaliador tem a dizer. Mesmo que não concorde com o que está sendo relatado, procure escutar, absorver e compreender com calma.

É essencial entender que o feedback é de fora para dentro quando você é o avaliado. Por isso, o ouvido atento e o olhar depositado no recrutador, vai demonstrar a ele que você está preparado para um feedback negativo.

Se houver oportunidade, peça licença para fazer anotações e não perder alguns pontos importantes de melhorias. A avaliação e o ponto de vista do recrutador são ritmados por uma lógica que pode ser diferente da sua, mas convergem para um mesmo entendimento.

Pedir exemplos

O feedback virá carregado de impressões ou resultados de avaliações e testes — caso não entenda o que o recrutador estiver dizendo sobre a sua postura ou comportamento, solicite uma exemplificação daquele argumento.

Deixe claro para o recrutador que não entendeu: assim, não dará a impressão de que você está discordando, mas sim desejando compreender melhor o que ele está dizendo.

Manter a mente aberta para mudanças

Vá para o feedback de coração aberto e, só assim, enxergará o que pode ser mudado para melhorar determinada conduta. Perder a vaga em um processo seletivo está longe de ser uma derrota ou motivo para andar de cabeça baixa.

Talvez você tenha um argumento de defesa e a oportunidade de expor, mas não adianta ter um discurso convincente se a mente não se propuser a mudanças que favoreçam a aprovação em um próximo processo.

Vale dizer que, em muitos casos, a reprovação acontece para uma vaga específica, mas o recrutador gostou do perfil do candidato e planeja recrutá-lo para outro cargo. Reagir mal a um feedback negativo pode afastar do recrutador a ideia de que você é o perfil ideal para outra vaga.

Entenda que ali, diante de você, estará um profissional especialista em recrutamento e seleção e não um amigo íntimo com quem está acostumado a trocar confidências. Toda a abordagem de um feedback nessas circunstâncias está pautada em uma metodologia da área de Recursos Humanos.

Traçar um plano de desenvolvimento profissional

Recebeu dentro do feedback negativo a notícia de que não foi o selecionado: e agora? O que você pretende fazer depois disso? Se você não foi contratado, é bem provável que existisse um profissional mais bem qualificado que você.

Por um ou vários quesitos, o recrutador percebeu que ele poderia desempenhar melhor o trabalho e as atividades descritas na vaga. Só será um problema, de fato, se você se apiedar de si mesmo e passar o tempo reclamando, em vez de buscar melhorias para o seu currículo.

Depois de sair do feedback, comece por elaborar um plano de desenvolvimento profissional que contemple todos os aspectos abordados e que devem ser trabalhados, conforme as considerações relatadas no feedback.

Ao entender o feedback de modo construtivo, independentemente do tom e do cuidado utilizados pelo recrutador, é você quem deve cuidar da postura e ter inteligência emocional suficiente para dar a volta por cima.

Sendo assim, as buscas por novas oportunidades serão bem diferentes do processo anterior. Sempre haverá uma luz de alerta dizendo que, se você aprendeu a lidar com um feedback negativo, está preparado para todos os desafios de uma longa carreira.

Se você gostou do nosso post, que tal assinar a nossa newsletter e receber todos os nossos conteúdos na sua caixa de entrada? Postamos frequentemente conteúdos interessantes que vão aumentar o seu conhecimento!

Comments are closed.