Empresas focadas na diversidade têm resultados melhores 

Em um mundo cada vez mais diverso, onde pautas sociais são abordadas desde o Ensino Fundamental, é chocante saber que ainda existe segregação no mercado de trabalho em relação aos profissionais mulheres, negros, PCDs e LGBTQIA+. Infelizmente, essa é uma realidade que ainda necessita de muitos ajustes para enfim, conseguirmos um ambiente mais diverso e inclusivo.

Por mais irônico que pareça, os adultos apresentam um “bloqueio” maior em relação às pautas sociais do que as crianças e com isso, torna-se necessário que as companhias orientem seus colaboradores a aprender mais sobre a importância da cultura diversa e também estabelecer novas diretrizes para dentro do cenário corporativo.

Um Brasil majoritariamente negro

De acordo com a Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílios Contínua (PNAD), em 2019 subiu o número de brasileiros que se autodeclaram pretos e pardos, indo de 89,6 milhões (2012) para 96,7 milhões (2019). Em contrapartida, atualmente cerca de 89,7 milhões de brasileiros se autodeclaram brancos, mostrando que o país é em sua maioria negro, somando 55,9% da população. 

Sendo assim, por que é tão difícil encontrar negros em cargos de liderança? Em uma matéria realizada pelo Correio Braziliense, os números mostram que negros ocupam menos de 30% dos cargos de liderança no país, assim como a diferença entre mulheres brancas e negras em funções gerenciais: são 66,9% contra 31%, respectivamente. 

A realidade sobre profissionais PCDs

O Brasil possui hoje cerca de 45 milhões de pessoas com deficiência. Deles, apenas 1% está inserido no mercado de trabalho. Isso porque as empresas dificilmente focam na acessibilidade e desclassificam os possíveis candidatos ao notarem algum tipo de deficiência. Uma realidade triste e absurda que precisa ser notada para que mude com urgência. 

Para mudar essa realidade, profissionais PCDs vêm trabalhando incansavelmente para orientar empresas e também colaboradores. O objetivo é fazer com que todos tenham uma compreensão um pouco mais ampla acerca desse assunto e a partir de então, transformar o mercado em um ambiente mais inclusivo e com novas oportunidades, garantindo a dignidade e boas condições de trabalho, o que deve ser um direito de todos.

Empregabilidade feminina

A grande polêmica em cima da diferença salarial entre homens e mulheres é um assunto colocado em pauta há anos. Apesar de notarmos uma mudança significativa com o aumento de mulheres em cargos de liderança, ainda há muito o que mudar. Prova disso é a criação dos Princípios de Empoderamento das Mulheres, promovido pela ONU Mulheres. 

A iniciativa foi criada com o objetivo de equalizar cargos de liderança entre homens e mulheres. O objetivo foi cumprido, chegando a 51% das funções. Porém, os relatos de mulheres recebendo menos por realizar o mesmo serviço dos homens, continua. 

Para melhorar essa situação, algumas grandes empresas optaram por trazer apenas mulheres para determinados cargos em suas empresas. Esse foi o caso da Natura, gigante dos cosméticos que foca na igualdade de gênero em suas contratações para ter o máximo de diversidade na companhia. De acordo com uma matéria publicada pela Exame, o grupo pretende ter 35% da liderança global e 50% do Conselho Administrativo ocupado por mulheres até 2023.

A batalha constante dos LGBTQIA+ 

Como se não bastasse a dificuldade em lidar com a homofobia e a transfobia diariamente, um projeto de lei polêmico foi proposto pela deputada Marta Costa, do PSD. De acordo com a matéria da revista Veja, a deputada alega que propagandas contendo casais e famílias homoafetivas podem “trazer uma influência inadequada” para as crianças. 

Ao ser noticiado, o projeto causou revolta e manifestações pela Comissão de Diversidade Sexual e de Gênero da OAB e pela Associação Brasileira de Agências de Publicidade. Além de protestarem contra o PL, também a acusaram de lgbtfobia e iniciaram campanhas voltadas a favor da diversidade nas propagandas. Cerca de 30 agências apoiaram a causa, além de intensificar o número de processos seletivos voltados para o público LGBTQIA+ para integrar essas empresas.

Mudanças mais que necessárias

Podemos dizer que já evoluímos muito em comparação aos últimos anos em relação a conseguir obter ambientes de trabalho mais diversos e inclusivos. Porém, ainda não é o suficiente. Os números citados anteriormente são a prova de que há muito o que mudar e que isso depende das ações das companhias e também de seus colaboradores.

É preciso trazer programas voltados para inclusão de forma que essas minorias se sintam representadas e incentivadas, sabendo que podem fazer parte desse ambiente sem sentir nenhum desconforto ou discriminação enquanto realiza seu trabalho. Estabelecer o respeito por diferentes religiões, culturas e etnias também é um assunto que deve ser levado em pauta em reuniões para criar uma conscientização maior por parte dos funcionários.

Sua empresa é diversa?

Não adianta apenas falar sobre diversidade e não aplicá-la no seu dia a dia. Pare e pense a respeito: quantas pessoas dentro da sua empresa fazem parte da diversidade que estamos citando? Infelizmente, a resposta costuma ser um número relativamente baixo. E essa realidade precisa mudar! 

As empresas precisam se esforçar para mudar suas realidades e “sair da caixa”. Entender a importância de contar com ambientes com acessibilidade, trazer colaboradores ou até mesmo palestrantes que mostrem a importância da conscientização, além de inserir projetos capazes de ajudar a mudar a visão sobre determinados assuntos. 

Não basta apenas escrever ou postar sobre, é preciso aplicar também no dia a dia. Em matéria publicada pela Época Negócios, é possível notar os impactos da diversidade: uma empresa que possui cerca de 30% de seus colaboradores pautados na diversidade, costuma trazer consigo diferentes habilidades, novas possibilidades e alternativas para soluções, além de aumentar a sua rentabilidade. 

E aí, que tal tornar sua empresa mais diversa?

A Newik, nossa unidade de negócio voltada para programas de diversidade e inclusão pode te ajudar nisso!

Entre em contato conosco, estamos prontos para conectar seu negócio com excelentes profissionais do mercado!

 

 

Comments are closed.

EN PT ES